Lugares para Atendimentos Psicológicos

Bel Garcia - 29 de junho de 2016

Como Conciliar Filhos e Trabalho?

Bel Garcia - 29 de junho de 2016

Educando com Respeito – Disciplina Positiva

Bel Garcia - 29 de junho de 2016

freud
image
dad child

Duas mães conversando:
– Eu tenho lido a respeito e praticando a Disciplina Positiva com o meu filho e estou achando um belo exercício para mim e para ele.
– Nossa! Mão à palmatória? Tadinho!
– Rsrs! Mão à palmatória não é Disciplina Positiva, é Disciplina Coercitiva!
– Então você deixa seu filho fazer qualquer coisa?
– Fazer qualquer coisa não é Disciplina Positiva, é SALVE-SE QUEM PUDER!

Bebês e crianças vêm ao mundo sem saber nada sobre as nossas regras, sobre o tempo, sobre a gravidade, as consequências, a finitude e, desde o primeiro momento fora do útero, já estão tentando entender e aprender como tudo funciona do lado de cá. Pode-se até dizer que, se há uma característica principal dos bebês e das crianças, essa característica se chama SER CIENTISTA, e quanto mais espaço possuem para experimentar e aperfeiçoar, mais elaborados vão se tornando os seus conceitos.

Nossos filhos estão aprendendo e apreendendo praticamente o tempo inteiro. Mesmo antes de falar, os bebês já se comunicam e querem ser compreendidos. Por isso a Disciplina Positiva se preocupa tanto em educar através da orientação/consequência e não da punição/recompensa. Não que a punição e a recompensa não funcionem, pois a curto prazo elas funcionam e é provável que a criança obedeça aos pais naquele momento, ainda mais se sentir-se ameaçada. Mas como fica – a longo prazo – a relação dela com os pais, com o mundo, com ela mesma?

A Disciplina Positiva engloba premissas que levam a um jeito diferente dos pais e professores lidarem com as crianças. Educar, conscientizar e sensibilizar acontecem de maneira mais respeitosa, levando em conta a maturidade de cada criança.

Dar voz para a criança expor seus motivos e necessidades, dar espaço para que ela possa comprometer-se, envolver-se, achar soluções e restaurar de alguma forma algum dano ocorrido são princípios importantes e é isso que acharemos ao nos aproximarmos da forma como a Disciplina Positiva entende as crianças e as relações.

“Você espera que a criança faça melhor fazendo ela sentir-se pior?” diz Jane Nelsen, sobre os métodos punitivos para educar as crianças. Jane Nelsen é norte-americana e autora de vários livros sobre Disciplina Positiva.

Aos que ficaram interessados, fiquem ligados para os próximos artigos dessa coluna.

comentários.

Participe do nosso grupo fechado e fique sempre por dentro de nossos conteúdos.
Dicas sobre disciplina positiva e conversas sobre o mundo das crianças.